Caso de sucesso SugarCRM

Neste vídeo, Cristiano Paulino, gestor de relacionamento com clientes da Solaris Brasil, conta sua experiência com SugarCRM, desde a escolha até suas principais conquistas com a adoção da plataforma, tal como o aumento em mais de 90% na taxa de conversão.

A Solaris é uma das principais empresas de locação de equipamentos do país e conta com mais de 20 filiais espalhadas pelo Brasil. Sua força de vendas e a área de relacionamento com clientes hoje são os principais usuários Sugar da operação. No entanto, pela facilidade e relevância, o Sugar também é utilizado em outros departamentos da empresa.

Além do aumento na taxa de conversão, Cristiano conta que um outro ganho importante foi também o aumento da produtividade de seus vendedores, que com a utilização do Sugar Mobile conseguem fazer muito mais visitas aos seus clientes.

Confira o vídeo:


Cada vez mais recorremos a Internet e as redes sociais para coletar informações úteis e relevantes sobre clientes e potenciais clientes. Muitas vezes é um trabalho duro localizar as informações do perfil social e profissionais dos contatos, mas SugarCRM Hint está tornando esta tarefa fácil e prazerosa. Imagine preencher apenas nome e e-mail e em poucos segundos serem exibidas as informações profissionais e pessoais mais relevantes. Com Sugar Hint agora isso é possível!


Por: Alex Mariano

“Implantei um CRM para minha empresa mas não é aquilo que esperava”. Tenho ouvido alguns comentários desse tipo, quando as empresas nos chamam para substituir seu sistema atual. As pessoas citam algumas dificuldades na utilização, que o sistema é falho, que não serve para o que gostariam. É curioso ouvir isso, mas comecei a refletir sobre o assunto e trago a seguinte pergunta: será que o CRM que você contratou é ideal para a sua necessidade e seus objetivos?

Para começar a responder isso devemos pensar nos problemas encontrados a partir da contratação de um CRM.

Sistemas engessados que não oferecem a visão total do cliente

Diversos modelos de CRM, digamos tradicionais, não tem a capacidade de oferecer uma solução inteligente e customizada para as demandas das empresas. A maioria não promove aquela visão 360° dos clientes, essencial para promover um melhor e duradouro relacionamento.


Por: Simone Figueira

Talvez o grande objetivo de qualquer empresa seja a fidelização de seus clientes, independentemente do setor de atuação, certo? Isso, claro, calcada na confiança de um bom trabalho, além de bons feedbacks. Mais do que isso, a maioria busca uma relação humana, única e personalizada. A grande questão nisso tudo é: como estreitar esses laços com seus clientes e construir relações duradouras?

Nós sabemos bem como o modus operandi de se relacionar com nossos clientes mudou. O novo consumidor deseja ter uma relação com seus prestadores de serviços flexível, em que ele seja o foco e o grande agente decisor do jeito de se relacionar.

E, quando falamos nisso – em colocar o cliente no centro das atenções e personalizar o atendimento, humanizando-o – podemos muito bem pensar na importância dos recursos tecnológicos. Sim, porque, apesar de haver certo pensamento que a tecnologia esfria as relações, que ela nos distancia, creio que, se soubermos usar em nosso benefício só teremos a ganhar.


Por Alex Mariano

A base de qualquer relacionamento é a confiança, certo? E isso tem que vir desde o começo, na paquera, no primeiro encontro. Conversa vai, conversa vem, o tempo passa, a confiança é conquistada e a relação pode seguir tranquila e feliz. Mas, e se você descobre alguns segredos indesejáveis? Aqueles obscuros, que fariam toda a diferença na hora de dizer o “sim”? Aí a relação e a confiança podem começar a ruir, e as coisas podem não ser mais as mesmas…

Parece que estou falando de um namoro ou casamento, de uma traição, mas pode muito bem ser a contratação do CRM para a sua empresa. Você sabe muito bem o que te falaram – afinal você confiou neles – sobre a plataforma contratada e os recursos, mas já parou para pensar sobre o que não te contaram? Já refletiu sobre o que deixaram de te contar sobre a sua solução de CRM? É disso que quero falar. E te alertar.

 

Segredo #1: Chaves velhas não abrem novas portas

Como se destacar e ser diferente se você continua a fazer as mesmas coisas? Como é possível criar relações com o novo perfil de consumidor se o seu CRM está baseado no perfil antigo de cliente? As soluções de antigamente só poderão te levar para os mesmos lugares de antes.


Por: Simone Figueira

No início do mês de maio eu tive uma experiência muito interessante e que gostaria de compartilhar com vocês. Fui convidada a participar de um curso na ESPM, que abordou a questão da gestão de relacionamento com o cliente, baseado no atual modelo de CRM e no CRM chamado 2.0, que vou explicar no decorrer do texto.

O curso, ministrado pelo prof. Ricardo Haas Tarabay promoveu alguns insights que trazem à luz caminhos a serem seguidos quando falamos em construir relacionamentos duradouros e assertivos com nossos clientes. Isso, para quem trabalha com marketing é essencial, não é mesmo?

Um desses principais caminhos, posso dizer com toda segurança é o uso da tecnologia. Hoje, no marketing é impossível desassociar o uso de recursos tecnológicos com o sucesso e bons resultados. Por isso o termo usado no começo: CRM 2.0, afinal estamos conectados e isso faz toda a diferença se quisermos criar e manter relações com os clientes.


Com um olhar velho só é possível enxergamos coisas velhas. É preciso se habituar e se adaptar às tendências do mercado e, principalmente ao novo perfil de consumidor, quando falamos de relacionamento com seu cliente e sua experiência. Por isso o que pergunto é: você está pronto para novo perfil de cliente? E sua empresa, ela está pronta para o novo modelo de CRM?

Acredito que a nossa missão é quebrar os paradigmas na questão do relacionamento com os clientes, sempre com o intuito de melhor atendê-lo. Por isso mesmo venho aqui pontuar as diferenças entre esse consumidor do passado recente e o atual consumidor.

Diferente do que ocorria no passado, quando a falta de opções no mercado muitas vezes acabava fidelizando o cliente a uma determinada empresa ou marca, meio por osmose, hoje esse mesmo possível comprador, com tantas opções no mercado, não se prende a ninguém que não oferece um serviço de qualidade com atendimento personalizado. Por isso deve-se criar um jeito para sobressair e conquistar a cada dia o cliente.


Imagine a seguinte situação: você precisa de um novo plano de saúde e está avaliando as opções no mercado. Mas na hora de contratar enxerga que não há problemas em escolher aquele plano mais básico e comum, o que todo mundo tem. Você apenas quer ter a segurança que, no momento em que precisar poderá usufruir.

Mas de repente… você quebra a perna e precisa realizar um procedimento cirúrgico complexo, como uma prótese, por exemplo. Ao ligar para o convenio você é informado que o seu plano não cobre este tipo de procedimento. E agora, o que fazer?


Fonte: ClienteSA

Um antigo conhecido do mercado vai aparecer com muita força em 2017. Segundo Gartner e Forrester, o CRM será a solução de negócios líder no mundo, esse ano, superando, inclusive, o ERP. Essa também é a grande aposta do vice-presidente de vendas da SugarCRM, Enrique Perezyera, como deixou claro em entrevista exclusiva ao portal ClienteSA. Ele vê nessa tendência uma resposta às transformações do mercado, que precisa conquistar e reter o cliente exigente, informado e multiconectado dos dias de hoje. “Dado o poder do cliente, as empresas serão forçadas a medir e quantificar o custo do serviço de má qualidade, bem como o valor da experiência do cliente em taxas de conversão de vendas, retenção, fidelização e promoção da marca. A experiência do cliente será, sem dúvida, o principal diferenciador para negócios de sucesso”, comenta.


Fazer com que a equipe de vendas da empresa converse com as pessoas que tomam a decisão de compra nos clientes, mantenha-se informada sobre as novidades e estratégia de negócios dos segmentos nos quais esses clientes atuam e construam uma relação de confiança com eles não são tarefas fáceis. Por isso, o LinkedIn pensou em integrar informações desse tipo disponíveis na rede com as aplicações que os vendedores usam todos os dias – o e-mail e o CRM. Inicialmente, o próprio LinkedIn desenvolveu a integração com CRM da Salesforce e, em seguida, com o Microsoft Dynamics. Agora, anuncia a liberação de uma API que permitirá aos usuários da ferramenta Sales Navigator integrá-la também com soluções de CRM da SAP Hybris, Oracle, NetSuite, SugarCRM e HubSpot através do CRM Partner Program.