Você já deve ter percebido como a base das estórias de super-heróis é parecida. E, também, como a maioria deles “precisa” perder algo especial antes de se assumirem como são, super-heróis.

O Batman perde os pais muito jovem e isso o motiva a lutar contra o crime. O Homem-Aranha perde os pais ainda criança, cresce, e perde o tio – que era como um pai –, depois aprende que seus superpoderes trazem junto muitas responsabilidades.

No mundo dos negócios, as empresas também perdem. Perdem quando acham que uma venda acaba quando o cliente efetua o pagamento de um produto, e negligenciam o pós-venda. Perdem quando tratam sua equipe de vendedores como uma peça substituível, e esquecem que é ela que vai cuidar de quem paga o salário de todos da empresa, o cliente. Perdem porque não sabem que ganhar dá menos trabalho que perder – você duvida?


Multicanalidade – A importância do chat como canal de atendimento

Já há algum tempo o termo Call Center está sendo substituído por Contact Center, dando a ideia principalmente da multicanalidade que as centrais de atendimento devem suportar nos tempos de hoje, não ficando limitadas apenas ao atendimento de ligações telefônicas.

O atendimento online, seja via e-mail, portal, mídias sociais e chat são fundamentais. Cada um tem sua importância e neste artigo quero falar especificamente sobre a importância do chat para potencializar o relacionamento com clientes.

Atender o cliente como e onde ele quiser

Existem vários perfis de clientes e estar preparado para atender cada um destes perfis é fundamental. Estudos tem demonstrado, que hoje uma boa fatia de clientes tem preferido o atendimento online, especialmente através de Chat. Por este motivo, é evidente que o cliente que possui esta preferência fica mais satisfeito se puder utilizar deste canal de atendimento para se relacionar com seu fornecedor.


Indicadores para SAC

Recentemente escrevi um post sobre os principais indicadores para operações de televendas. Neste post quero falar sobre alguns indicadores que não podem faltar em operações receptivas de SAC.

Por que ter indicadores?

No post 6 dicas para ter um SAC eficiente, abordei sobre a importância do SAC nas empresas, bem como algumas dicas importantes para este tipo de operação. O SAC é é um setor estratégico para potencializar o relacionamento com clientes. Mas como saber se o SAC está cumprindo seu papel? É fundamental para o gestor desta área, ter condições de monitorar alguns indicadores que o levarão a ter uma melhor compreensão da eficiência deste setor.


Já experimentou tirar a bunda da cadeira hoje?

Neste vídeo falo sobre a importância de estarmos mais próximos dos nossos clientes e para isso precisamos muitas vezes deixar um pouco nossas mesas e ir buscar inspiração e conhecimento fora dos nossos escritórios. Certamente os clientes são uma boa fonte de inspiração para isto! Experimente já este exercício você também! Assista. ⤵


O SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) é uma ferramenta poderosa de relacionamento entre empresa e consumidor. Atualmente, o perfil do cliente já é bem diferente do que era há alguns anos. Afinal, ele tem total acesso à informação e um senso crítico bastante apurado.

Neste contexto, o SAC se torna um grande aliado para mediar o diálogo entre organização e cliente. Entretanto, algumas empresas enxergam o SAC como um sistema anti consumidor. Ao invés de concentrarem seus esforços no atendimento e na solução dos problemas dos clientes, elas simplesmente ignoram esse serviço e querem se livrar do cliente o mais rápido possível.

Ao longo deste artigo, você entenderá melhor o poder do SAC para a sua empresa e ainda irá conferir 6 dicas para ter um SAC eficiente.


Seja em uma operação de vendas ou em uma operação de atendimento, é muito importante contar com recurso de gravação de ligações. Inclusive em alguns perfis de contact center é exigido por lei que sejam realizadas as gravações das ligações e fornecidas ao consumidor quando solicitado.

Além do aspecto legal, as gravações são úteis também para trabalhar o processo da qualidade do atendimento dentro das operações.


Depois de todo o esforço para escolher bons fornecedores, divulgar seus produtos e garantir o fechamento das compras, não dá para descuidar das eventuais demandas que os clientes ainda tenham no pós-venda.

A busca em manter os clientes satisfeitos fica cada vez mais difícil, principalmente com a proliferação das redes sociais e sites de reclamação, que viralizam a insatisfação de seus clientes, causando uma repercussão negativa da sua empresa na internet.


A etapa pós-venda é justamente o passo de vendas que mais permite o aprendizado contínuo. Pós-venda é, por definição, “feedback”, ou seja, um processo em que o cliente nos conta como foi sua experiência. É o momento para fidelizá-lo e informá-lo, na prática, que a compra foi apenas o início de uma grande parceria.

Atualmente, percebemos que muitas empresas ainda são confusas em relação ao pós-venda. Além de criar o vínculo com seu cliente, você o conhecerá melhor: verificará suas necessidades, dificuldades, preferências e habilidades. Se envolverá em seu universo para ter a quantidade máxima de informações e conhecê-lo profundamente. Esta etapa é importante para sua empresa, para o cliente e, principalmente, para agregar mais valor institucional e diferenciá-lo de seus concorrentes. Apesar da importância desse momento, ainda são poucas as empresas que tem o pós-venda como referência em atendimento próximo.

É fato que as informações das empresas (positivas ou não) estão disponíveis para o público, e este, como formador de opinião, adora expor sua avaliação sobre seus serviços, como foi o atendimento, rapidez, qualidade nos produtos, etc. Agora, é fundamental a empresa estar preparada para responder a estas questões e dialogar com clareza e proximidade. É preciso resolver o problema ou pelo menos dar a atenção necessária que o individuo procura.